fbpx

LISTA DE ALVOS DO GAECO TEM ESTELIONATÁRIO,POLICIAIS MILITARES E CIVIS

Conforme informado, entre envolvidos em esquema não há nenhum delegado

04 Maio 2021

Os alvos da Operação Renegados, deflagrada nesta terça-feira (04), pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) são policiais civis, militares e até estelionatários, conforme lista divulgada pelo Olhar Direto. A operação é realizada em conjunto com Corregedoria-Geral da Polícia Civil, com o apoio da Polícia Militar e do Ciopaer.

Os agentes do Gaeco e da Polícia Civil cumprem 44 mandados, sendo 22 de prisão preventiva. Conforme informado, organização criminosa era comandada por policial da ativa entre os envolvidos e não há nenhum delegado envolvido no esquema.

A organização criminosa se utilizava de técnicas de investigação com o uso de equipamentos da Polícia Civil, além da facilidade de ser chefe de operação de uma delegacia da capital, para facilitar e encobrir as ações criminosas.

Os policiais envolvidos ao descobrir práticas criminosas ao invés de prender e fazer o procedimento legal, passavam a extorquir para não prender ou a exigir parte ou a totalidade dos bens ou valores.

Veja a lista:

Dhiego de Matos Ribas (policial civil e chefe de operação)
Edilson Antônio da Silva (policial civil)
Natalia Regina Assis da Silva (namorada de Edilson)
Alan Cantuário Rodrigues (policial civil)
Júlio César de Proença (policial civil)
Paulo da Silva Brito (policial civil)
Rogério da Costa Ribeiro (policial civil)
André Luis Haack Kley (policial civil)
Frederico Eduardo de Oliveira Gruszczynski (policial civil)
Evanir Silva Costa (ex-policial civil)
Raimundo Gonçalves de Queiroz (ex-policial civil)
Domingos Savio Alberto de Sant’ana (ex-servidor público, condenado por estelionato)
Reinaldo do Nascimento Lima (incerto)
Manoel José de Campos (policial militar)
Kelle de Arruda Santos (incerto)
Jovanildo Augusto da Silva (criminoso)
Genivaldo de Souza Machado (já foi preso)
Neliton João da Silva (incerto)
Adilson de Jesus Pinto (policial militar)
João Martins de Castro (incerto)
Delisflasio Cardoso Bezerra Silva (já foi preso por se passar por policial civil)
Sandro Victor Teixeira Silva (policial civil)

Loading...
WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
👋 Oi, como posso ajudar?